terça-feira, 30 de novembro de 2010

Direto recebo e-mail's denunciando que falta condições p/ os agentes do SAMU atenderem nossa população, só hoje recebi três e-mail's de reclamações

               Atenção senhores vereadores vocês são os fiscais do povo legitimamente eleitos para tal, será que dá para tirar o pé do chão e por o pé na estrada, passou da hora de formar uma comissão séria sem rabo preso com "A" ou com "B" e verificar o que realmente vem acontecendo com esse serviço municipal em "Maringá"


Policiais do BOPE em ação na ocupação das favelas no Rio de Janeiro



               Vejo com reservas a acusação de que a polícia esteja saqueando casas de moradores das favelas ocupadas no Rio de Janeiro, traficante e inescrupuloso usa de todo o artifício para desmoralizar o trabalho das forças de segurança. Concordo com o governador do Rio se for provada, expulsão e cadeia para os maus agentes públicos

Frentista e covardemente baleado por assaltante em Maringá

Imagens "Programa Maringá Urgente"

domingo, 28 de novembro de 2010

Rio de Janeiro "Quem poupa o lobo, sacrifica a ovelha" (Victor Hugo)

                  Parabéns a coragem e determinação de todos os militares, policiais e bombeiros empenhados na operação de guerra (antiguerrilha)  que estão desencadeando no Rio de Janeiro, contra os bandidos, marginais, traficantes que fugiram iguais ratos da operação de combate direto com as forças de segurança
      
                  Definir bandido, uma vez bandido sempre bandido, tem bandido de todas as qualidades, lembrando que marginal não tem piedade de ninguém, mata sua família, estupra suas mulheres, rouba o seu suor, vicia seus filhos nas drogas. Ai vem esses babacas dos tais de direitos humanos para bandido e que se ferre o cidadão de bem, quando não certas autoridades, falsos moralistas, prefere sacrificar o policial honrado, que dedica sua vida para defender a sociedade, na verdade fazem um carnaval, pois ele tem nome, RG e CPF, bandido nem nome tem, quando não só apelido, porta armamento de guerra, rouba, mata, estupra, trafica drogas e faz justiça com as próprias mãos. Nós somos uma sociedade  hipócrita, não temos coragem de mudar a cara deste país, quem sabe meu amigo, você que está lendo este artigo, quando for vítima da violência ou alguém da sua família, ai vai lembrar-se de gritar, eu quero justiça, mais ai pode ser tarde demais. Com a palavra os homens que fazem as Leis deste Brasil...

quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Liderança , motivação e trabalho em equipe "Motivação para o Sucesso"

Palestrante: Sargento Tavares

Quem vem sendo cozido lentamente em banho maria é o atual chefe da Guarda Municipal ele está chefe mas não é líder. Aguardem mudanças...

Nossas condolências a família do amigo Ronald Ravedutti

               Lamentamos a morte do Presidente da Copel, Ronald Ravedutti, que foi vítima de um acidente de automóvel ocorrido na BR 116, próximo a Campina Grande do Sul, nesta última quarta-feira (24 de novembro de 2010).

              “Independente das posições partidárias, ele foi um homem com trajetória reconhecida. Foi um técnico muito competente que contribuiu bastante para a história da Copel e dedicou a sua vida ao estado. Também recordamos do seu talento na música e no futebol. O Paraná está de luto”

domingo, 21 de novembro de 2010

Atenção autoridades constituídas de Maringá, onde estão ao nossas Leis


               Eu conversei com vários menores de 18 anos principalmente aqueles que freqüentam as lojas de conveniência dos postos de combustíveis durante as madrugadas, para minha surpresa, muitos deles é o próprio pai ou a própria mãe que libera o cartão de crédito para que eles possam comprar bebidas e cigarros,  alguns aproveitam fazem saques ou abastecem os carros ou motos dos traficantes em troca de drogas. Senhores a que ponto nós chegamos, sem dúvidas estamos vivendo uma sociedade podre, quem sabe cumprindo as profecias do apocalipse citadas na Bíblia

Final de semana morreram mais motociclistas em Maringá

               Sem medo de errar, em Maringá motociclistas são os que mais facilitam e se arriscam em manobras kamikaze no trânsito e são os que mais morrem também

terça-feira, 16 de novembro de 2010

Egberto Preyer popular Beto, empresário do ramo de publicidade em Curitiba, mas conhecido no nosso circulo de amizade como "Charles Bronson"

                
                Contatos: O amigo Beto está residindo em Maringá, na Rua Quito, n° 944, Bairro Morangueira, Residencial "El Shaday" e atende os amigos pelo telefone DDD (44) 9149.8939 

Ray Conniff For Brazil

domingo, 14 de novembro de 2010

Traficantes descobrem nos jovens que participam do Hallel potenciais compradores para os mais variados tipos de drogas


                Nota 10 aos organizadores do Hallel e nota zero aos traficantes que com seus aviões estão oferecendo e vendendo drogas principalmente a jovens, inclusive menores de idade, no entorno do Parque de exposições de Maringá. Autoridades constituídas, polícia e cana dura nestes meliantes e delinqüentes que só servem para destruir nossos lares e famílias.

                As autoridades eclesiásticas devem começar sim a se preocupar com essa nova situação que vem surgindo e tomando corpo, o que era para ser uma festa religiosa para o elevo espiritual devagar começa a tomar novos rumos e novos interesses por pessoas inescrupulosas que não estão nem ai para o compromisso com a família, principalmente os traficantes que querem vender suas drogas não interessa a quem e onde seja, querem aferir lucro nem que seja a custo da desgraça alheia...


sexta-feira, 5 de novembro de 2010

quarta-feira, 3 de novembro de 2010

Atenção Setran quando será resolvido esta vergonha para a segurança no trânsito de Maringá, multar é fácil, o duro e fazer direito, cadê a contra partida, "me engana que eu gosto"


                  
               A "SETRAN" não fez nada até agora,  no trecho da Avenida Alexandre Rasgulaef entre a Avenida Tuiuti e a Avenida Guaiapó, a armadilha esta lá, sem sinalização adequada, colocando em risco a família maringaense que utiliza aquela via, se fosse para multar você motorista seria no ato, como diz a rapaziada demorou. mas para fazer o que toca de responsabilidade eles estão cagando e andando para o contribuinte. "We will never forget awaiting the political campaing"



No Posto Sulamericano localizado na Avenida Tuiuti em Maringá em frente ao BIG você tem mais informações para assistir o GP Brasil de Formula 1

Superintendente de Pesca e Aquicultura conhece projeto de Maringá




                Comprovadamente, o maior peixe de água doce do mundo é um peixe-gato pescado no rio Mekong, na Tailândia, em 1º de maio de 2005. O animal tinha 2,7 m de comprimento e pesava 293 kg (646 libras), de acordo com a ONG WWF e com o National Geographic.

O superintendente federal de Pesca e Aquicultura do Paraná, José Wigineski, participa nesta quinta-feira (4), na Prefeitura, de uma reunião técnica de apresentação do projeto do pólo regional de piscicultura e da implantação de um frigorífico de peixes. A reunião, promovida pela Câmara de Agricultura do Codem e Diretoria de Agricultura da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, será às 9h30.
 A proposta do projeto, de acordo com o assessor executivo do Codem, Gilberto Pavanelli, é inserir a região de Maringá no rentável mercado de pescados. Ele lembra que a produção de pescado no Brasil, atualmente, é de 290 mil toneladas por ano. “Políticas públicas em adoção pelo Governo Federal têm o objetivo de estimular a atividade,  permitindo  estimar  a produção em 700 mil toneladas/ano até 2011” observa.
 Com a implementação desses estímulos os técnicos do setor entendem que a carne de peixes tem tudo para se tornar tão competitiva quanto à suína, a bovina ou a de frangos. Aliado a isso é necessário ressaltar que o consumo de peixes pela população brasileira está abaixo da média mundial, de 17 quilos/ano por pessoa. “O consumo no Brasil é de sete quilos/ano por habitante, enquanto a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomenda um consumo mínimo de 12 quilos/ano”, lembra Pavanelli.
 Junto com o Codem e a Prefeitura, o projeto é desenvolvido pela Norpeixe (associação que representa os piscicultores da região). Pavanelli lembra que no passado foram realizados vários trabalhos pioneiros em benefício da piscicultura.
 Cita como exemplo, o desenvolvimento de técnicas de indução da desova com injeção de extrato de hipófise, muitas experiências de aclimatação, engorda e crescimento, controle das piranhas, trabalho sobre as migrações evidentes dos peixes em seus rios.  No entanto, experiências adequadas em cultivos  de peixes, que culminassem com uma colheita de peixes comercializáveis, raramente chegaram a se concretizar.
 Os particulares induzidos a construir viveiros para peixes e que receberam pequeno número de peixes jovens, principalmente tilápia, para formar seus próprios estoques, não tinham suficiente conhecimento sobre a administração da piscicultura. Na opinião pública e nos conceitos orientadores das instituições privadas, deu-se ênfase a métodos modernos e altamente sofisticada de criação artificial.
 Esses métodos mostraram serem menos convenientes para a economia rural do que os tradicionais. “Assim, o impacto dos avanços preconizados por técnicos de instituições de pesca sobre o desenvolvimento da piscicultura de maneira geral parece ter permanecido insignificante”, explica Pavanelli.
 
REGIÃO METROPOLITANA
 Como cidade sede do projeto, Maringá se caracteriza como pólo de região metropolitana que engloba 25 municípios e uma população de cerca de 700 mil habitantes. Área com forte vocação agrícola pretende que se transforme  em um centro  de produção de peixes no noroeste do Paraná.  Além do interesse do poder público em estimular essa atividade, fundamental para o sucesso do empreendimento, deve-se enfatizar algumas características que fazem de Maringá destaque para que se obtenha sucesso nesse empreendimento.
 A piscicultura no Paraná vem se destacando substancialmente no cenário nacional, sendo que hoje o Estado é considerado um dos maiores produtores de peixes de cultivo do Brasil.
 Além disso, a atividade está em franco desenvolvimento, já que tem se percebido um interesse cada vez maior de empresários com intenção de investimento nesse novo mercado de trabalho. “É importante considerar também, nesse contexto, a proliferação intensiva dos chamados pesque e pague que na prática se constituem em clientes potenciais das pisciculturas”, lembra o assessor do Codem.
 Pavanelli lembra que o sucesso da piscicultura está relacionado diretamente com a possibilidade de se cultivar o maior estoque de peixes no menor volume de água disponível. Outro fator importante a se considerar quando se refere à criação de peixes é a qualidade do produto que irá ser comercializado.
 A região tem a vantagem da Universidade Estadual de Maringá (UEM) já vir se destacando intensamente no que se refere à pesquisa na área de ictiologia e piscicultura, motivado pelos vários departamentos e/ou núcleos que desenvolvem atividades de pesquisa e pós-graduação sobre o assunto.  Podem ser destacados, entre outros, o Nupélia (Núcleo de Pesquisas em Limnologia, Ictiologia e Aquicultura), o PEA (Curso de Pós-graduação em Ecologia de Ambientes Aquáticos Continentais), o Curso de Pós-graduação em Produção Animal, o Curso de Tutoria a Distância sobre Piscicultura, o Departamento de Análises Clínicas, o Departamento de Zootecnia, além da Base de Pesquisas de Porto Rico e a Estação de Piscicultura de Floriano. A ABRAPOA (Associação Brasileira de Patologistas de Organismos) está sendo presidida por técnico da instituição e possui seu endereço atual na UEM.
 Este trabalho vem gerando um grande volume de informações que deverão ser aproveitadas no projeto em questão. Fundamental destacar que o Ministério da Pesca há alguns anos assinou convênio com a UEM visando à doação de uma série de exemplares de tilápia gift, animal geneticamente melhorado (volume de 40% maior na carcaça) que o exemplar comum, com o objetivo de disseminar essa variedade em nossa região.
 
HOMEM NO CAMPO 
 Pavanelli lembra que hoje as espécies mais cultivadas na região e no estado todo é a tilápia, porém alguns piscicultores desenvolvem cultivos também de catfish, pacu, piauçú, entre outros. O sucesso do projeto passa pela construção de um abatedouro de peixes na região, permitindo ampliar a margem de lucros dos piscicultores que já estão na atividade, e servindo de atração daqueles que porventura se interessem em ingressar no setor.
 Além disso, observa o assessor do Codem, se envidariam esforços com o objetivo de se obter a certificação necessária para a exportação de boa parte da produção. Isso se viabilizaria graças aos vôos internacionais de cargas que chegam ao Aeroporto de Maringá e retornam praticamente vazios. Os aproveitamentos dos subprodutos dos peixes seriam feitos através de técnicas desenvolvidas por pesquisadores da UEM, em especial no que se refere ao couro da  tilápia e a produção de farinha e óleo de peixe

O projeto tem ainda os objetivos e pressupostos:
1. Fixação do homem no campo;
2. Geração de emprego e renda;
3. Aproveitamento de subprodutos;
4. Introdução do pescado na merenda escolar municipal;
5. Interação da atividade com outras áreas da produção;
6. Oferecer produtos para o mercado externo;
7. Mitigação de impactos ambientais;
8. Atividade inserida na agricultura familiar;
9. Implantação de abatedouro municipal;


Chopp Brahma Express Recife - Seu anúncio na "Internet" rede mundial de computadores